top of page

Arranjos


Nem sempre é simples estabelecer os limites, na criação de uma obra musical, entre alguns campos técnicos. Isso, sem falar de estéticos, formais, estilísticos.


Arranjo faz parte de um campo enevoado que divide principalmente com outro termo: orquestração.


Sem entrar em reflexões profundas sobre quais áreas desse campo seriam domínios mais característicos do arranjo ou da orquestração, parece razoável tomar como conceito básico de arranjo "uma concepção que se imprime a uma obra musical de referência, envolvendo a elaboração de elementos musicais adicionais, e mesmo suprimindo elementos originais que não comprometam a referência à obra".


Quando todos os elementos integrantes do arranjo são escritos e, portanto, de interpretação estrita, o arranjo ganha característica de orquestração, ainda que para pequenas formações, instrumentais, vocais ou mistas.


Quando há conjunção de elementos escritos para interpretação estrita e de elementos sugeridos, isto é, indicados pelo arranjador para que o intérprete desenvolva, por improviso ou criação livre, dentro de determinadas linhas do discurso musical, o arranjo ganha sua caracterização mais apropriada.


A autoria de um arranjo pode ser individual, ou ser atribuída a dois ou mais autores. Essa alternativa é citada aqui apenas para incorporar ao conceito a possibilidade da coautoria, sem a pretensão de refletir sobre as diferentes condições e proporcionalidades de tal parceria.


Os arranjos a seguir relacionados foram concebidos dentro das diretrizes acima expostas.


Arranjos de composições próprias




 


Arranjos de composições alheias


SERRA VIDA (Carlos Alberto Alves Novaes)

VER VERMELHO (Lélio Marcus Kolhy)


Obs. Os arranjos das duas canções acima (Serra Vida e Ver Vermelho) foram criados para apresentação no 4o. FeMPo (Festival da Moderna Música Popular) de Santos, em 1972. No programa do Festival (capa e página reproduzidas a seguir) constam informações básicas de ambas as canções, pelo comentário dos participantes.


Serra Vida foi apresentada por uma banda de música pop (Aquarius) e Ver Vermelho pelo conjunto oficial do Festival, com participação especial do violonista Ayrton Gomes, mais conhecido como Ayrton do Violão, fundador de um conjunto tradicional de Santos, Chorões Santistas.








Comentarios


bottom of page