top of page

Theo Cancello


Theo Cancello é uma das provas de que o mundo dá voltas. 


A primeira volta se deu em exatos dez anos. Em fins de 1997, eu havia composto dois temas para a trilha musical do espetáculo A Chegada de Martim Afonso, que seria montado em janeiro de 1998 em São Vicente. Precisava improvisar gravações de ambos para conversar com o diretor da encenação, Tanah Corrêa, sobre a concepção da trilha. Esses registros foram realizados na casa de Luiz Cancello, em que me foi aberto generoso tempo da manhã ensolarada de um sábado de dezembro, que poderia ter sido melhor aproveitada na praia, com Ângela e os filhos Theo e Daniel. Com a agravante a posteriori de que os temas não chegaram a entrar na trilha do espetáculo, por absoluta falta de condições para desenvolver a concepção que se pretendia.


Em 2007, Tanah Corrêa foi convidado para dirigir de novo o espetáculo, e me procurou com a intenção de retomarmos aquela concepção de trilha. Isso implicava inserir os dois temas no discurso musical da encenação. Voltava assim, dez anos depois, a questão de gravar as duas composições. E nesses dez anos, eu vinha acompanhando o trabalho musical de Theo, intérprete, arranjador, compositor e produtor. Senti o círculo dessa volta querendo fechar. O convite foi feito, aceito, e os dois registros aconteceram desta vez para valer: eram dois sambas, Início da Vila (Samba da Fundação da Vila de São Vicente) e Samba de Camões.


A segunda volta veio no ano seguinte, graças à ausência crônica de compromisso por parte de autoridades políticas. Que, no caso, embora não seja atenuante da falta de compromisso, acabou servindo a um bom propósito. E Theo voltou a colaborar mais uma vez na trilha do espetáculo de 2009, com Tanah na direção geral e comigo na direção musical. O resultado foi o arranjo de Se Liga No Lance. 


Terceira volta em 2013, na comemoração dos 250 anos do nascimento de José Bonifácio, o Patriarca da Independência, marcada por uma encenação em Santos, nos dias 7 e 8 de setembro, na Praça Mauá. Diante da proposta de um espetáculo que remetesse ao conceito de uma ópera samba, convido mais uma vez Theo Cancello, agora para uma participação mais abrangente, em toda a trilha musical. 

E... bem, o mundo continua dando voltas.



Comentarios


bottom of page