top of page

The Party


The Party é uma peça de ação musical de Gilberto Mendes, inspirada no filme Um Convidado Bem Trapalhão (The Party), do diretor Blake Edwards, com o ator Peter Sellers no papel principal. A trama é concentrada numa recepção oferecida na casa de um produtor cinematográfico à equipe de um filme recém-finalizado, para a qual um ator despedido do elenco é indevidamente convidado. Sendo uma pessoa delicada e tímida, mas atabalhoada, ele acaba provocando sem querer grandes confusões no ambiente, para o que contribui as ações desajeitadas de um garçon.


Gilberto Mendes imaginou um coro em que os cantores se movimentassem pelo palco, com intervenções regidas pelo maestro (pensando especificamente na figura de Klaus-Dieter Wolff) caracterizado como um garçon que percorre o ambiente servindo os presentes: essa é a trama temática da peça The Party, criada em 1975.


Quando em 1997 os organizadores de um evento festivo na unidade do SENAC em Santos (comemoração pelos seus 50 anos de atividade na cidade), revelaram durante um contato acadêmico a intenção de promover uma realização menos formal e mais interativa para marcar a recepção, ocorreu a apresentação da peça de Gilberto Mendes, adaptada ao contexto do evento. Diante do interesse dos organizadores (para o que contribuiu o conhecimento e convívio prévio do diretor da unidade, Elias Tambur, com o Madrigal Ars Viva, e a mediação do assessor de comunicação, professor Marcelo Di Renzo) e, posteriormente, da anuência do compositor quanto a adaptações que seriam necessárias, The Party teve sua estreia nessa versão e ambientação fora dos circuitos habituais de apresentação, como auditórios e palcos.


Notícia sobre a estreia mundial da peça cênico-musical THE PARTY (Gilberto Mendes), com direção de Gil Nuno Vaz, em 1997, durante a comemoração dos 50 anos da agência SENAC de Santos, em 16/10/1997. Adaptação e direção geral de Gil Nuno Vaz, com o Madrigal Ars Viva, regência do Maestro Roberto Martins, trio Black Tie (Jaime Augusto, teclado; Marcelo França, canto; Cláudio Ricardo, trompete) e participação especial do violonista Ulysses Mansur.


Comments


bottom of page