top of page

Porto


Canção de Gil Nuno Vaz, sobre o poema Porto, de Diego Fernandes, com a melodia destacada do início de uma antiga composição do autor (Leite, Pão e Banana) e cruzada com um canto de doqueiros jamaicanos, carregadores de banana.


De longe, avistei o porto

O corpo de estivadores

Os navios empilhadeiras guindastes

Contêineres trilhos

De longe era tudo imensidão

O ar o mar a onda o estivador

Armazém

O olor alaranjado a soja a celulose o açúcar

De perto era tudo suor





Obs. O canto dos estivadores, recomposto pela dupla de compositores-letristas Irving Burgie e William Attaway, ficou mundialmente famoso (Banana Boat Song) na interpretação do cantor Harry Belafonte, em gravação realizada em 1956.


PORTO (música: Gil Nuno Vaz; poema: Diego Fernandes)

Áudio com som sintetizado, com a parte de canto em sonoridade instrumental, para fins ilustrativos.



Porto
.pdf
Fazer download de PDF • 67KB






Comments


bottom of page