top of page

Paralaxe Zero


Composição da série Paralaxe, com texto (Pluripétalo) do autor.


Escrita em 1974, para ser inserida na seção Entreato, da peça Partitura, estreada pelo grupo Quorum no Festival Música Nova (Santos), em apresentação no Teatro Municipal Brás Cubas, em 29/08/1974.


Não havendo condições de integrar a composição na concepção original (partitura), foi elaborada uma projeção de imagens e áudio conjutado, em que o texto do poema foi declamado, ao invés de cantado, e introduzido alguns trechos do piano, contrapostos a trechos da Bourrée Fantasque (1891), de Emmanuel Chabrier, buscando com isso uma interpretação alternativa do conceito de paralaxe.


Em 2009, a apresentação alternativa foi transformada em formato de vídeo.


Versão videográfica, de 2009, da adaptação da peça Paralaxe Zero apresentada no Festival de Música Nova de 1974, conforme concepção audiovisual (som e imagens de diapositivos) da parte central (Entreato) da peça.


Paralaxe_Zero_ms
.pdf
Fazer download de PDF • 661KB





















Comments


bottom of page