top of page

Madrigal Ars Viva


Comecei a ensaiar no Madrigal Ars Viva no início de setembro de 1970, primeiro ensaio do coro após retornar da tournée por quatro países da América Latina (Uruguais, Argentina, Chile e Peru).


Convidado a compor uma peça para o grupo, escrevi nesse mesmo ano Gravitando, em que incluía elementos da música popular numa reflexão sobre o lugar da polarização tonal no ambiente da música erudita. A peça estreou no ano seguinte, e foi a primeira de muitas que eu viria a escrever para o grupo, além da idealização e montagem de concertos temáticos e outras atividades:




Composições interpretadas pelo Madrigal Ars Viva


A CANÇÃO DO REI DE TULE

ACRÓSTICO PARA GUIDO D´AREZZO AMENO RESEDÁ (coro e piano)

ARQUITEXTURA AVE MARIA CANÇÃO DE COR CHORUS (BIS) DE PALAVRA, DE PALAVRAS DIZ QUE TEM DOIS POEMAS DE E. E. CUMMINGS ESTUDO ESTUDO (1990) ESTUDO ESTUDO (1996)

GOETHOVEN

GRAFITO (1985) GRAVITANDO

HOMENAGENS (1987) LIÇÃO DO PÓ

LUZ MEDITERRÂNEA (1978)

LUZ MEDITERRÂNEA (1979) MOTETO E GLOSAS NO BELO ERÍDANO AZUL O VÔO LIVRE DA MÚSICA, ALÉM DA BARREIRA DO SOM REQUIEM SALADA DE FRUTAS SAMBA-EXALTAÇÃO (1982)

SAMBA-EXALTAÇÃO (1996) SAUDADEAR SUAVE MARIA SUEÑO CONTEXTOS PARA UNA CANCIÓN SIN TEXTO UM DIA DO HOMEM




Imagens de integrantes (ilustração parcial) que participaram das gravações do álbum duplo (2000) e/ou do LP Gilberto Mendes (1979). Sentido linha Esq/Dir, coluna Sup/Inf: Liliane Mendes de Oliveira, Maria Lúcia Damy, Anna Ângela de Camargo, Neysa de Campos Mello. Anaflora Carvalho Siqueira, Genciaura Leal Lima. Mabel Gomes Moreira, Maria Helena Silveira, Raquel da Fonseca Oliveira, Sandra Merke, Vera Rente, Carmen Vallejo; Ewa Danuta Cichecka, Anna Priscilla Barbosa, Maria Clara Ferreira Neves, Maria Rosa Pereira, Margarida Maria Alvarez Lopes Zanellato, Vera Nilce Graziano, Eliana Baraçal Moura, Marília da Costa, Maria de Paula e Silva, Vera Lúcia Andrade, Ana Célia Puppo, Tereza Vallejo; Neide Maria Dadázio, Lígia Fonseca Ferreira, Heloísa Castellar Petri, Maria Judith Mendonça Franco; Rosemari Ursini, Vera Lúcia Ruas Zanella, Ângela Radecki, Martha Arruda Botelho; Ângelo Gamba, Marco Antônio Câmara, Gílio de Oliveira Melo, Gil Nuno Vaz; Miguel Emílio Bonesso; Maurílio Tadeu de Campos, Antônio Barja Filho, Gilberto Mendes, Roberto Martins, Lísias Donádio Mourão, Waldomiro Gabriel Lopes, Antônio Cláudio Gonçalves Prado, Ulysses Mansur, Roberto Pereira de Lucena, João Alves Ferreira Neto, Milton dos Santos.

CANCRIZANS

MÚSICA - EU CANTAREI DE AMOR TÃO DOCEMENTE - POESIA

PARALELAS




Em 1986, por ocasião dos 25 anos de fundação do Madrigal, preparei um vídeo a ser exibido antes do concerto comemorativo da data. A cópia da edição final se perdeu, mas vários materiais em bruto permaneceram, entre os quais depoimentos do compositor Gilberto Mendes, um dos fundadores do Ars Viva, e do Maestro Roberto Martins, seu regente após a morte do Maestro Klaus-Dieter Wolff, em 1974.





Gilberto Mendes, depoimento nos 25 anos do Madrigal Ars Viva (1986): Parte 1/2.





Gilberto Mendes, depoimento nos 25 anos do Madrigal Ars Viva (1986): Parte 2/2.





Maestro Roberto Martins, depoimento nos 25 anos do Madrigal Ars Viva (1986): participação no coral, como cantor, regente e compositor.

Cinco anos depois, marcando 30 anos de atuação do Madrigal Ars Viva, a Televisão Cultura exibiu um programa (Primeiro Movimento) com a participação do grupo, com depoimentos de Roberto Martins, Gilberto Mendes, Gil Nuno Vaz e do compositor Rodolfo Coelho de Souza. 

Gilberto Mendes e Gil Nuno Vaz falam sobre o Madrigal Ars Viva, nos 30 anos do grupo. Trecho do programa Primeiro Movimento, da RTC - Rádio e Televisão Cultura, em 1991, comandado por Jamil Maluf.

Depoimento dos compositores Gilberto Mendes e Gil Nuno Vaz sobre o Madrigal e a Sociedade Ars Viva, no programa Primeiro Movimento, da RTC - Rádio e Televisão Cultural, em 1991.

O compositor Gilberto Mendes, um dos fundadores do Madrigal Ars Viva, fala sobre a formação do grupo vocal, o movimento Música Nova e outras iniciativas que marcaram os primeiros anos.



Rodolfo Coelho de Souza fala sobre o Madrigal Ars Viva, nos 30 anos do grupo. Trecho do programa Primeiro Movimento, da RTC - Rádio e Televisão Cultura, em 1991, comandado por Jamil Maluf.

Depoimento do compositor Rodolfo Coelho de Souza, no programa Primeiro Movimento, em 1991, entrevistado pelo apresentador Maestro Jamil Maluf.

Comments


bottom of page