top of page

Cantos das 1001 Notas


Canção integrante do álbum Cesse o Canto até que Antiga a Musa Ceda, por conter citações de fragmentos melódicos de Stella by Starlight (Victor Young - Ned Washington) e Céu e Mar (Johnny Alf). A melodia canta a letra alterada de uma velha poesia do Álbum Fontes da Juventude (poesia), como segue:









CANTOS DAS 1001 NOTAS


i


Estéreis estrelas

Poeira do céu


Espelhas azul turquesa

Refletes em cor o céu

Revertes real princesa

Entalhas em tez o véu


II


Estéreis estrelas

Areia do mar


Espalhas anil distante

Verdejas em tom o mar

Versejas oral instante

Encalhas em nós o par



III


Estrelas de céu e mar

Estrelas estéreis

Estrelas Esther


Eis



A canção é escrita para coro a cappella a cinco vozes (o soprano pode, alternativamente, ser canto solo), e contém duas partes.


Na primeira parte, o poema é cantado apenas pela primeira voz (soprano, coro ou solo), enquanto as demais vozes cantam em bocca chiusa (hmmm), com exceção das duas notas finais dessa parte, em que cantam a palavra correspondente no texto. No total, são cantadas 500 (quinhentas) notas.


Na segunda parte, a primeira voz entoa a melodia em bocca chiusa (hmmm), enquanto as demais vozes do coro cantam o texto do poema. A primeira voz volta a cantar o poema nas antepenúltima e penúltima notas, e encerra como única voz a cantar a última nota e palavra do poema. No total, são cantadas 501(quinhentas e uma) notas, totalizando 1001 notas.



Cantos_das_1001_Notas
.pdf
Fazer download de PDF • 64KB



















Comentários


bottom of page