top of page

Cantei a olhar as reclames


Canção com letra de Gil Nuno Vaz e colagem lítero-musical sobre projeção de Arranha-céu (Sylvio Caldas e Orestes Barbosa) em reclames de Gilberto Martins e outros.


Obs. Integra o ciclo CANÇÕES PARA A POSTERIDADE LEGAL.









CANTEI A OLHAR AS RECLAMES


Cansei de esperar por ela

Noite e dia na janela

E a olhar reclames, cantei


Cantei, cantei a olhar

A olhar as reclames

E a canção me disse ao peito

Não ames, não ames

Que essa mulher não

Não te quer, não quer

Que essa mulher

Ela não te quer

Mas...


Na canção eu disse em contraponto

Que a qualquer momento e em qualquer lugar

Eu vou esperar e vou estar bem pronto

Seja onde e quando essa mulher voltar


E se ela vier no calor do dia

Por certo eu vou estar

Vou estar por perto

E se acaso for na noite mais fria

Decerto eu vou estar

Vou estar desperto


E se essa mulher vier no calor do dia

Eu vou estar, por certo

Eu vou estar por perto

E se por acaso for na noite mais fria

Eu vou estar, decerto,

Eu vou estar desperto.


Eu vou estar, por certo

Eu vou estar por perto

Eu vou estar, decerto

Eu vou estar desperto.



cantei_a_olhar_as_reclames
.pdf
Download PDF • 55KB




Comentários


bottom of page