top of page

A UMA ALMA (uma prece, ao que parece)





















A UMA ALMA

(uma prece, ao que parece)



A uma alma

Que deseja

Que não seja

Ser sem fim

Que assim alcance

O seu sonho num relance

Assim seja, seja assim.


Desperta, enfim

Do pesadelo de existir

Liberta, enfim

Da dura pena de existir

Que a condena a existir.


Desapareça

O pesadelo de existir

E adormeça

No sono de não existir

No abandono de existir


-------------------------


Que assim se faça

Dar a uma alma o elixir

Sorver a graça

De nada ser, de dexistir

De ser sem fim, inexistir.


A uma alma

Se almeja

Se deseja

Que não seja

Que assim alcance

O seu sonho num relance

Assim seja, seja o fim.


























bottom of page