top of page
bloco_inferior_gnv_02.jpg
Slide3.JPG

cruzado

de um enredo

sentido

o texto

Ondas do Mar de Vagas (letra: Gil Nuno Vaz; melodia: Theo Cancello)

Concepção musical original: Gil Nuno Vaz / Arranjo, teclados, percussão, cordas: Theo Cancello / flauta: Daniel Cancello / canto:        

ONDAS DO MAR DE VAGAS

 

Ondas do mar de vagas

Se vistes por quais plagas

Se vai meu amigo oculto

 

Mar que em ondas divagas

Se o viste cedo o tragas

Se vier meu amado vulto

CC_Cine_Ines_vinculo.jpg

Quasi una fantasia, uma sinfonia inacabável, inconcluível confecção à feição de uma ficção-científica autobiográfica.

CANTOS CORRENTES é uma apropriação imaginária da cidade de Santos por uma trama ficcional em que os canais urbanos representam as coordenadas de uma cartografia criptografada das realidades perceptuais do universo (acessos aos canais através do quadro acima e da aba superior).

Inspirado no desenho do tradicional jogo da velha, essa cartografia mapeia percursos internos e externos (inexcursões) de viajores que se aventuram no complexo labirinto das realidades perceptuais (acessos ao jogo da velha através do quadro abaixo e das abas superior e inferior). 

Face aos riscos implícitos, as inexcursões são traçadas e monitoradas por uma comunidade anônima, a partir de dois lugares estratégicos situados numa antiga praça da cidade, dissimulados um em loja e outro em cinema. 

Entre as várias personagens da trama está um casal de auditores fiscais, que investigam suspeitos lançamentos contábeis da loja e se envolvem com a misteriosa figura de um guarda-livros, um dos frequentadores do cinema.

Em vivências que desafiam percepções e conceitos, são levados a questionar princípios e certezas, e a refazer contas e cantos correntes. 

O jogador que marca o círculo lança a dicção do verbo que erra no princípio, em 26 raízes alfabéticas de acesso à velha vila.

Um novo jogo da velha relação entre arte e vida

O jogador que marca o xis lança a ficção do livro de faz-de-contas correntes, em 9 canais náuticos de acesso a novas vilas.

bottom of page